Arquivo do blog

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

II Feira Cultural/Estreitando laços Comunidade X Escola


 Projeto inicial : http://emfelixpacheco.blogspot.com.br/2012/08/identidade-do-povo-brasileiro.html

A Feira Cultural é uma atividade permanente  que  faz parte do 

PPP da Escola  que acontece em setembro . Para a realização deste 

evento existe todo um preparo que inicia no primeiro semestre e se 

intensifica nos meses de Agosto e Setembro.


 Desta forma organizamos uma exposição com os trabalhos realizados



















No Brasil, a dança está diretamente ligada a história da nossa gente, pois representa nossas raízes: a mistura do índio, do negro e dos portugueses e . desses três povos herdamos os costumes, as tradições e a cultura, transmitidos de geração em geração.
O trabalho com danças folclóricas requer, assim como provavelmente qualquer outro conteúdo, que o professor apresente o contexto social em que a dança é executada na sua região de origem, o que apresenta múltiplas alternativas para o trabalho com alunos, desde a pesquisa em casa sobre a região em que a dança é praticada – o que engloba os costumes sociais, as comidas típicas da região, as práticas religiosas locais, entre outros – até o aprendizado da execução da dança. Nessa perspectiva, o que se propõe é enriquecer o aprendizado sobre a dança, ao invés de trabalhar o simples aprendizado da dança. Trata-se, então, de privilegiar o homem e sua produção cultural, em detrimento de uma cópia coreográfica despida de sentido.
http://educador.brasilescola.com/estrategias-ensino/dancas-folcloricas-apresentando-cultura-por-meio-corpo-movimento.
Nesta proposta as regiões brasileiras foram representadas :
Região Norte 
Carimbó ( turmas 1101 Prof Edna e 1201 Prof Claudia )



A turma 1202 ( Prof Viviane )
Representou o Boi Bumbá 
Conta-se que na Belém da segunda metade do século XIX, o Boi-Bumbá reunia negros escravos em um folguedo que misturava, ao ritmo forte, a representação de um motivo surpreendente para a época: a luta de classes dentro da sociedade colonial. O boi acabou se tornando uma das manifestações mais autênticas da cultura paraense.
A estória encenada no Boi - Bumbá é quase sempre a mesma, com pequenas alterações. Um boi foi comprado para a festa de aniversário da esposa do fazendeiro. Quando o animal chegou, o feitor recebeu ordem para tratá-lo bem. Ao lado dessa fazenda morava uma família composta pelo pai Francisco, "Chico", sua mulher Catarina, seu compadre Casumba e mãe Guiomar.
Mãe Catarina, grávida, desejava comer língua ou coração de um boi. Pai "Chico" então resolveu procurar um. O primeiro que encontrou matou. Só que, antes que mãe Catarina realizasse seu desejo, apareceu o dono do boi falando que o bicho era de estimação e que desejava seu boi vivo.
Todos saíram à procura de um pajé para ressuscitar o boi. O pajé foi logo pedindo cachaça, defumação e tabaco. Sentou-se no seu banco, passou cachaça nos braços, acendeu um cigarro e abriu os trabalhos.
Assim que o boi foi ressuscitado todos cantaram e dançaram. 









A Região Nordeste foi representada pelas turmas 1301,1302 e 8601

A turma 1301 ( Prof Terezinha ) nos presenteou com Penerô Xerem de Luiz Gonzaga



A Feira de Mangaio foi representada pelas turmas 1302 ( Prof Rosana ) e 8601 ( Prof Soraia )

Filho da terra, Sivuca faz a música FEIRA DE MANGAIO ,grande sucesso que retrata bem toda a feira e toda aquela movimentação existente.
A Feira se Tornou o eixo polarizador das atividades econômicas de qualquer lugarejo vizinho. A feira se estendia até a noite e era uma verdadeira festa 






A região Centro –Oeste foi lembrada através da alegria da turma 1102 ( Prof Adriana ) dançando o Siriri

O siriri é uma dança folclórica da Região Centro-Oeste do Brasil (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul), e faz parte das festas tradicionais e festejos religiosos. A dança lembra as brincadeiras indígenas, com ritmo e expressão hispano-lusitana. Pode ser comparado com o fandango do litoral brasileiro. A música fala das coisas da vida de forma simples e alegre. Como instrumentos musicais, acompanham a viola de cocho, o cracacha (ganzá) e o mocho ou tamboril.... A origem do termo siriri é incerta. Para alguns estudiosos vem da palavra otiriri, que designa um entremez do século XVIII, em Portugal. Outros acreditam expressar um tipo de cupins de asas. A expressão corporal e a coreografia transmitem o respeito e o culto à amizade, por isso é conhecido como dança mensagem.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Siriri_%28dan%C3%A7a%29


A região Sul foi homenageada com a apresentação do Xote – carreirinho  pelas turmas 1401 ( Prof Soraia e 1501 ( Prof Vanessa )
Xote-carreirinho: estilo comum no Rio Grande do Sul e Paraná com coreografia próxima à da polca dançada pelos colonos alemães no Brasil.



A região Sudeste foi lembrada pela graciosidade das turmas 1402 ( Prof Jacqueline ) e 1502 ( Prof Angela )
apresentado o samba Tem que rebolar



 Encerramos com as turmas EI 11 ( Prof Adriana), EI 10 ( Prof Ana Cristina ) e EI 21 ( Prof Celia Cristina) com Cidade Maravilhosa representando o Carnaval do Rio de Janeiro, onde todos foram convidados a dançar responsáveis, professores ,funcionários e  alunos realizando uma bela  confraternização.




Vídeos das danças 

Canto do Folclore
4º e 5º Anos
Prof Fernando ( Artes Cênicas )

Ciranda 
Todos alunos Prof Fernando ( Artes Cênicas )


Repente
4º e 5º Anos
Prof Fernando ( Artes Cênicas )


Carimbó turmas 1101 e 1201


Boi Bumbá turma 1202 

Siriri turma 1102

Penerô Xerem turma 1301

Feira de Mangaio turmas 1302 e 8601

Tem que rebolar turmas 1402 e 1502

Xote Carreirinho turma 1501

Cidade Maravilhosa
turmas de Educação Infantil



Muitas vezes, a correria de nossas vidas nos impede de dar atenção ao que realmente vale a pena. E agradecer é uma das coisas que acabam ficando esquecidas na correria do dia-a-dia. Hoje, reservei um tempo para agradecer a você todo o empenho realizado no PROJETO FOLCLORE CULTURA DE UM POVO .
Sua participação foi muito importante para a aprendizagem e alegria dos nossos alunos.
O  sincero agradecimento por todo esforço empregado.

Um agradecimento especial ao presidente do Clube Piedade, que gentilmente nos cedeu o espaço , possibilitando a participação dos responsáveis.

Aos responsáveis nossos sinceros agradecimentos por todo apoio 
Um abraço
Lais Coutinho 

15 comentários:

  1. Maria de Fatima Machado22 de outubro de 2012 06:25

    A festa foi maravilhosa,a alegria das crianças emocionou a todos.FATIMA AGENTE DE PORTARIA.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal essa festinha do folclore. Gostei mto das danças e das músicas. Mto interessante!!!

    ResponderExcluir
  3. Maravilha !!! Foi uma festa cheia de alegria que contou com a participação de todos ...

    ResponderExcluir
  4. Este evento foi muito especial. As crianças tiveram a oportunidade de conhecer costumes e tradições diferentes, todos se empenharam muito para realizar as danças de acordo com o evento que foi grandioso! Adorei!
    Professora Jacqueline

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da festa , Matheus turma 8601

    ResponderExcluir
  6. A festa foi legal. patrick t: 8601

    ResponderExcluir
  7. adorei a festa , priscila t 8601

    ResponderExcluir
  8. O projeto é muito interessante pois podemos desenvolver muitas habilidades nos alunos que constroem conhecimentos de forma lúdica e interessante, a festa foi perfeita pois houve a participação de todos professores, funcionários e responsáveis. As crianças estavam felizes e muito envolvidas . O grande destaque foi a apresentação Bumba meu boi.
    A alegria foi o ponto alto. Estamos todos de parabéns.
    Celia Cristina prof da turma EI11

    ResponderExcluir
  9. A festa foi legal, jonathan turma 8601

    ResponderExcluir

  10. Oi,Lais !Tudo bem?Adorei o projeto.Está lindíssima a festa!Parabéns a todos!Saudades e bjs!Zezé

    ResponderExcluir
  11. A festa estava muito boa. Alunos, funcionários e professores motivados e felizes. Todos estão de parabéns! Hail Félix Pacheco School!
    Fábio T. Nascimento Prof de Inglês

    ResponderExcluir
  12. Acompanho o trabalho pedagógico desta Unidade Escolar, sei do empenho dos professores , funcionários e da equipe pedagógica. A festa realmente foi um momento de integração. Parabéns a todos.

    ResponderExcluir
  13. Projeto excelente, com certeza a comunidade escolar foi envolvida. Abraços a todos

    ResponderExcluir
  14. Acredito que este projeto ampliou a visão e a compreensão das crianças a respeito da diversidade maravilhosa do nosso país e a festa como culminância, promoveu a troca de experiências entre as turmas.
    Foi muito bom ter trabalhado a Região Norte na minha turma, fazer o Boi Bumbá com eles, preparar os adereços, enfim, fazê-los agentes dessa festa, apropriando-se de uma cultura diversa da deles. Todos participaram, decidiram, criaram, trabalharam em equipe e se divertiram muito!

    Só temos agora um "pequeno" problema: Com quem fica o Boi Bumbá agora?

    Parabéns a todos!!!

    ResponderExcluir
  15. Foi sensacional!!!! Uma festa onde as crianças puderam conhecer um pouquinho de cada região desse imenso Brasil. A exposição dos trabalhos confeccionados pelos alunos foi ESPETACULAR. Fico feliz por trabalhar numa escola em que há um verdadeiro comprometimento de todos os profissionais.Parabéns a todos nós!!!!!!

    ResponderExcluir